>>

Alexandre Corroyer

 

Alexandre Corroyer
 
 
 
Alexandre Corroyer - Bombeiro de 3ª
 
    O "Entre Nós" traz-nos o Alexandre Corroyer.
    Fique a conhecê-lo! 
 
 
    Nome: Alexandre Frédéric Figueira Corroyer    
    Idade: 22 anos
    Data de admissão no C.B.: 30/01/2010
    Categoria: Bombeiro de 3ª
    Cursos: Curso Técnicas de Socorrismo; TAS; DAE
 
    Como surgiu a oportunidade de ingressar nos B.V. Lisbonenses?
   Surgiu de uma maneira inesperada, estávamos no início do ano de2010, e os B.V. Lisbonenses iriam organizar um Torneio de Futsal, em Comemoração do 1o Centenário daquela Associação,  e não tinham Guarda-Redes. Então surgiu a oportunidade de eu poder representar aquela equipa jogando na mesma, tudo sem nenhum compromisso associado claro. Passou-se o torneio, e cada vez que ia ter com a “malta” da bola ao quartel, criava um pequeno bichinho, e curiosidade de saber o que era ir naquelas ambulâncias que saiam do quartel de alarmes ligados, naquele camião enorme adorado por todos a caminho de um incêndio. Então cheguei a casa num belo dia e disse aos meus Pais “Quero ser Bombeiro! Vou me inscrever nos Bombeiros Lisbonenses e fazer a Recruta” e assim foi o início de algo incrível, uma enorme Paixão!
 
    Descreva-nos o seu percurso.
   O meu Percurso, teve um inicio atribulado, pois eu até aos meus 19 anos era Cidadão Francês apesar de estar a viver cá como qualquer Português, o RNBP (Recenseamento Nacional dos Bombeiros Portugueses) e a Liga Portuguesa de Bombeiros, não me conseguiam inscrever no sistema, para poder estar associado aquele CB e começar a carreira de Bombeiro. Após quase 1 ano e meio de questões burocráticas, finalmente tornei-me Estagiário. Desde então foi aprender, conhecer o Mundo dos Bombeiros e as suas actividades enquanto aguardava pelo início da tão esperada Recruta, que iniciou um ano de pois a 10 de Janeiro de 2010. Desde então foi a loucura, cada vez mais apaixonado e embebido pelos Bombeiros, querer saber mais, apanhar mais experiências e diferentes, saber fazer um pouco de tudo. A 20 de Dezembro de 2012, sou Promovido a Bombeiro, um momento único, o qual nunca me esqueço.
   Fui premiado com o Prémio de Saúde - B.V. Lisbonenses 2012, pelo maior número de serviços de saúde feitos no ano de 2012, apesar de ter sido como estagiário. Nessa cerimónia, o meu Padrinho, o Bombeiro de 2a André Saraiva, que todos os dias ensina-me algo, estava a meu lado a receber o Prémio Fogo. Daí em diante, foi comer os serviços todos como não existisse amanhã, e premiado por esse esforço, fui seleccionado para ir tirar o Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro (TAS) na Escola Nacional de Bombeiros em 2013. No início de 2014, tive a oportunidade de fazer parte da Equipa de Profissionais daquele CB, onde aprendi muito, e evolui bastante, Tive o prazer de trabalhar com pessoas excepcionais, sem dúvida mais uma grande experiência. Após 5 meses por motivos de força maior, tive de abandonar o cargo e ficar como Voluntário apenas.
 
 
    Desde o seu ingresso, qual foi o seu maior desafio? 
   Todos os desafios que colocam a vida de pessoas e bens em risco são grandes, mas talvez o de ter tirado o Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro (TAS) tenha sido algo bastante desafiante que exigiu bastante de mim.
 
    Quais são os seus interesses e que hobbies pratica?
    Pratico Futsal, algo que também é uma Paixão e já praticava a nível federado antes de ingressar nos B.V. Lisbonenses.
 
    Como define os B.V. Lisbonenses?
    Um CB cheio de história, tradição, glória, com objectivos bem definidos e um futuro risonho bem próximo, possível através do contributo de todos nós.
 
    O que é ser Bombeiro?
   “É ser capaz de mudar o Mundo de alguém em segundos, e com isso obter a maior recompensa de todas, o sorriso sincero de felicidade e gratidão!”

Área Reservada