>>

João Guimarães

João Guimarães

 

João Guimarães - Bombeiro de 2ª

 

    Sobre o João, tenho o melhor para vos dizer. Apesar dizer sempre que não tem tempo, nunca disse que não a nada nem a ninguém! O João Guimarães é um dos poucos homens que conheço que é imune à maldade e é dono dum coração do tamanho deste mundo.

    Podia contar-vos inúmeras histórias sobre ele, os muitos episódios de brincadeira, de fogos e do seu insaciável apetite mas, creio que o melhor mesmo é deixar para uma outra altura. Por hoje, deixo-vos a tímida entrevista que me deu, não obstante lhe ter dito para esquecer que estava a falar comigo.

    Nome: João Manuel Guimarães
    Idade: 39 anos
    Data de admissão no C.B.: Fevereiro de 1995
    Categoria: Bombeiro de 2ª
    Cursos: TAT, DAE, SD, Condução Fora de Estrada.

    Como surgiu a oportunidade de ingressar nos B.V. Lisbonenses?
   Conheci os Lisbonenses através de um amigo de infância, o Alexandre Resende. Ele já era bombeiro e por vezes vinha visitá-lo quando estava de serviço mas as visitas eram tão frequentes que comecei a fazer alguns amigos por cá, ao mesmo tempo que o gosto pelos bombeiros e o seu funcionamento se iam enraizando em mim. 

    Descreva-nos o seu percurso.
   Cerca de dois meses depois de ser admitido iniciei a minha formação de TAT, à época dado pela CVP. Após algum tempo tive que interromper a minha actividade nos Bombeiros para ingressar nas forças armadas. Em 1996, já com a situação militar resolvida, comecei o curso de Bombeiro de 3ª Classe que teve uma duração de cerca de 10 meses no quartel da 3ª Companhia em Alvalade. O Chefe Chambino do RSB foi o meu formador e este pautava-se por um grau de exigência muito grande. É a ele que também tenho que agradecer muito do que aprendi. Paralelamente, fui fazendo formação em condução e hoje sou detentor de todas as licenças de condução automóvel. Actualmente sou empregado da associação e desempenho a função de motorista.

 

    Desde o seu ingresso, qual foi o seu maior desafio? 
    Sem dúvida que finalizar o curso de 3ª classe foi a minha maior exigência. O curso foi muito intenso a todos os níveis. Daí para cá tenho tido experiências muito desafiantes mas a forma mais madura como as encaro ajudam-me a ultrapassá-las com relativa facilidade.

    Quais são os seus interesses e que hobbies pratica?
    Sou adepto e praticante de “Paintball”, gosto de pesca lúdica e encontro na informática um escape.

    Como define os B.V. Lisbonenses?
    Os Lisbonenses não encontram paralelo. Ser Lisbonenses é ser diferente e encontrar a diferença algo positivo. É aqui que encontro os meus camaradas de longa data que são o meu ombro nos momentos difíceis da vida.

    O que é ser Bombeiro?
  Já pensei muitas vezes nesta pergunta, ou melhor, na resposta e, não encontro nada melhor que as palavras de simplicidade que me ocorrem: Ser bombeiro é estar disponível; é ajudar os outros sem importar quem. Ser Bombeiro também é algo único. Não é para todos chegar aqui e ficar por cá com todas as adversidades. Ser Bombeiro é algo que nasce connosco.

 

Área Reservada